NAS MÃOS
DA
NATUREZA

O compromisso com a sustentabilidade faz parte de nós

Na MASILVA temos o privilégio de trabalhar diariamente com uma das matérias-primas mais nobres do mundo: a cortiça, 100% natural, 100% reutilizável, 100% reciclável.
Temos o privilégio de trabalhar com pessoas motivadas a fazer a diferença.
Temos o privilégio de contribuir para um mundo mais sustentável através da nossa atividade de extração dos sobreiros.
Temos a vantagem do nosso processo de produção ser 100% verticalizado.
Por tudo isto, agradecemos à natureza com o compromisso de dar mais do que recebemos. De contribuirmos ativamente para a sustentabilidade dos montados, que têm um papel tão importante no sequestro de CO2, na preservação da biodiversidade e no combate à desertificação.
É por a natureza fazer parte de nós, que nós fazemos parte da natureza.

A KPMG avalia a pegada de carbono negativa para rolhas MASILVA

pegada de carbono negativa

PEÇA O SEU CERTIFICADO VERDE E SAIBA O QUANTO AJUDA A PROTEGER A FLORESTA E O MEIO AMBIENTE

A FLORESTA DE MONTADO DE SOBRO

Mais do que uma escolha humana, a existência da floresta de sobreiro é uma escolha da natureza. Com uma área aproximada de 2,2 milhões de hectares, o montado de sobro é um dos mais ricos ecossistemas do mundo, sendo considerado um dos 36 hotspots de biodiversidade do planeta. As florestas de sobreiros são um ecossistema de delicado equilíbrio, subsistindo apenas na bacia mediterrânica, sob a influência atlântica, como é o caso de Portugal. A sua importância é fundamental para a proteção de espécies ameaçadas, como o Lince Ibérico, funcionando ainda como elemento fulcral no combate à desertificação.
País Ha % Ton %
Portugal 736.775 34% 100.000 50%
Espanha 574.248 27% 61.504 31%
Marrocos 383.120 18% 11.686 6%
Algéria 230.000 11% 9.915 5%
Tunísia 85.771 4% 6.962 3%
França 65.228 3% 5.200 3%
Itália 64.800 3% 6.161 3%
Total 2.139.942 100% 201.428 100%

anos

Cortiça virgem para extração da primeira cortiça

anos

Tempo necessário para cada novo descortiçamento

cm

Perímetro mínimo do tronco para ocorrer a extração

0, g

Peso da cortiça por cm3

milhoes

Quantidade de células por cm3